Gastronomia da Guarda

Alojamento

Alojamento

Destinohttps://guarda.costasur.com/index.html

Destino

Temos o guia mais detalhado do teu destino, pelo que se procuras informação, encontraste a melhor fonte...

Autocarroshttps://guarda.costasur.com/pt/horarios-dos-autocarros.html

Autocarros

NO HAY RESULTADOS
NO HAY RESULTADOS

Carroshttps://guarda.costasur.com/pt/alugar-carro-rent-a-car.html

Carros

Desmistificando: alugar um carro não é caro. Decobre o preço a que pode sair durante as tuas férias com a Costasur.

Alugar

Comboioshttp://trenes.rumbo.es/msr/route/searching.do

Comboios

NO HAY RESULTADOS
NO HAY RESULTADOS

Vooshttp://vuelos.rumbo.es/vg1/searching.do

Voos

NO HAY RESULTADOS
NO HAY RESULTADOS

Paque de estacionamentohttps://guarda.costasur.com/pt/estacionamento.html

Paque de estacionamento

Precisas de deixar o teu carro nalgum aeroporto?. A Costasur tem a melhor oferta do mercado, a preços sem concorrência.

Procurar Aeroporto

Ferryhttps://guarda.costasur.com/pt/ferry.html

Ferry

Procuras um ferry? Ao passar o barco digo ao barqueiro, na Costasur quase não custa dinheiro... Não procures mais, aquí temos quase todos.

Vamos pirata!

https://guarda.costasur.com/pt/as-actividades-recreativas-guarda.html

Propomos-te opções para evitar o tédio, usa o nosso motor de busca de atividades e faz algo diferente nas tuas férias!

Procurar atividades

Gastronomia

A gastronomia da Guarda encontra-se associada à gastronomia da Serra da Estrela inevitavelmente. Alguns pratos típicos a não perderes: cabrito assado no forno, arroz de pato à moda da guarda e bacalhau à lagareiro que podes encontrar facilmente nos restaurantes de cozinha regional.

Conhecer a gastronomia egitaniense significa conheceres uma gama diversificada de pratos à base de carne dada a localização geográfica da guarda e os terrenos propícios ao pastoreio. Existe também uma variedade apreciável de pratos de peixe originários de cursos de água doce. O bacalhau é a excepção, uma vez que o seu processo de conservação através da seca, permitiu desde sempre o seu consumo em latitudes distantes da orla marítima.

A carne de porco ocupa lugar impar na gastronomia local, sendo inúmeros os pratos confecionados com esta carne. Aconselho-te a não perderes o delicioso presunto curado em sal marinho, o enchido da guarda (morcela, farinheira e chouriças) e o bucho com grelos. Outras carnes frequentes são o borrego, o cabrito, a vaca e as carnes brancas.
Por altura da época da caça aprecia pratos inigualáveis como o arroz de lebre malandrinho ou o javali com feijão.
Se preferes peixe, além do tradicional bacalhau e das trutas, na atualidade encontras grande diversidade. Eu gosto de ir ao Caçador e saborear um bom prato de peixe ou marisco, que é sempre fresco, apetitoso e bem confecionado. O preço varia consoante a escolha.

Se vieres no início do ano não percas uma lagarada no interior de um moinho de azeite; no Carnaval experimenta o bucho e os enchidos da Guarda. No Outono prova o ensopado de míscaros (cogumelos) de Trancoso e a sopa de castanhas (também as podes comer assadas, cozidas ou em doce). Na altura dos Santos Populares o caldo de grão da Guarda e as sardinhas são os reis. Durante a Primavera e o Verão delicia-te com a fruta da região (cerejas, pêssegos, peras, maças, figos, amoras e ameixas entre outras) que podes comprar diretamente ao produtor.

Preferencialmente, a gastronomia guardense deve ser apreciada na companhia de um bom vinho. Não te preocupes muito com a escolha, uma vez que o vinho da casa geralmente é bom, da região e com um preço simpático como os vinhos na Zona de Foz Côa (zona demarcada Douro) e Figueira de Castelo Rodrigo (o branco para mim é fantástico!). Além destes ainda encontrarás bons vinhos na zona de Gouveia e Fornos de Algodres (zona demarcada do Dão) e Pinhel.

No que respeita a doçaria destacam-se as Sardinhas Doces de Trancoso, as Cavaca de Pinhel, as Filhoses da Guarda, os Biscoitos, as Bolachas da Guarda, a Bola Parda e a Bola da Guarda. Na altura da Páscoa delicia-te com o Bolo de Azeite ou Folar da Páscoa, que tradicionalmente os padrinhos ofereciam aos afilhados; no Natal perde-te com a Rabanadas da Beira!
O ex-libris da gastronomia egitaniense é sem duvida o afamado e irresistível Queijo da Serra produzido com o leite de ovelha e coalhado com o cardo – originado da inflorescência do cardo (cynara cardunculus). A sua textura, consistência e sabor são verdadeiramente únicos. Este queijo é geralmente servido após a refeição e faz um casamento perfeito com o vinho do porto.

Outros sítios e alternativas Costasur

Outras páginas deste destino
Etiquetas