Igreja Matriz de Vila Nova de Foz Côa Guarda



Imágenes

Descrição

Em Vila Nova de Foz Côa, ao chegares ao Largo do Município repara no belo pelourinho de estilo manuelino. Ao lado, deixa-te encantar pela igreja matriz construída no séc. XVI, por ordem do rei D. Manuel I, em invocação a Nossa Senhora do Pranto, tendo sofrido profundas remodelações posteriormente. Na sua construção colaboraram mestres biscainhos, franceses e italianos, utilizando diferentes métodos, técnicas e gostos estéticos.

A fachada principal da igreja, quinhentista, ostenta um belo pórtico manuelino, que é praticamente o que resta deste estilo arquitectónico, além das arcadas longitudinais existentes no interior. O portal é definido por duas pilastras com remates piramidais cogulhados, ao gosto do gótico final, ligadas superiormente por um entablamento. O conjunto, bastante ornamentado, enquadra um arco com cinco arquivoltas decoradas com rosetas, vieiras, cordas. O arco é encimado por uma imagem de Nossa Senhora da Piedade ou do Pranto, esculpida em pedra de Ançã, ladeada por dois escudos reais e duas esferas armilares. No topo do conjunto abre-se um óculo com rosácea, emoldurado por uma espécie de festão em relevo. O campanário, com três ventanas sineiras acusa alguma influência castelhana. Entre os arcos sineiros podem ver-se quatro figuras renascentistas, em alto-relevo, saindo das molduras.

O interior da igreja é deslumbrante com as suas três naves de quatro tramos divididos por quatro arcos torais que assentam em colunas desniveladas e inclinadas devido ao terramoto de 1755, que aqui causou estragos significativos. Este terá sido o principal motivo de remodelação da igreja, no período pombalino, traduzindo-se nos panos laterais e cabeceira de paredes rebocadas e pintadas a branco, com janelões e portas de verga recta, com sóbria decoração do barroco final.

O forro da igreja é de madeira, sendo pintado com motivos arquitecturais fingidos e outros elementos religiosos e decorativos ao gosto rococó, com destaque para um grande escudo real, no centro da composição. O tecto da capela-mor é igualmente preenchido por pinturas inseridas em caixotões.

Os altares são de talha dourada barroca, sendo de destacar o do retábulo do altar-mor, em que se insere uma Pietá do séc. XVII. No topo da nave do lado da Epístola, num retábulo rococó, encontra-se uma preciosa escultura da Senhora do Rosário do séc. XVI.

Ainda no campo da pintura, é de realçar a existência de um valioso conjunto de nove painéis que teriam feito parte de um retábulo maneirista (da 2ª. metade do século XVI), cuja autoria é atribuída ao pintor lamecense António Leitão. Destes painéis, alusivos à Paixão de Cristo, salienta-se o tríptico colocado na capela-mor, do lado do Evangelho, junto à porta da sacristia Cristo (Jesus a caminho do calvário, Jesus na Cruz e a descida da Cruz), bem como a Flagelação e Deposição no túmulo, do lado da Epístola.

Na sacristia da igreja, para além do teto apainelado encerrando pinturas, encontras uma arca de madeira de castanho e um conjunto de alfaias litúrgicas, onde figura um excelente túribulo gótico.

Dados de contacto

Estes são os dados de contacto de Igreja Matriz de Vila Nova de Foz Côa Guarda para que possas fazer a tua reserva ou pedir as informações qe necessites

640Visitas

Mapa

Características

  • Igreja

More offers

Outros sítios e alternativas Costasur

Outras páginas deste destino